Prefeitura de Juína
WEB RADIO JUÍNA

NOTÍCIAS

VER TODAS

OLINDA VENCE RIO DE JANEIRO E SERÁ TEMA DO CARNAVAL DE JUÍNA EM 2020

Domingo, 10/03/2019 14:20
DEPARTAMENTO DE CULTURA

O povo escolheu! Vai ter frevo, bonecos gigantes e muita Cultura nordestina no Carnaval Juína Folia 2020.

Com 58% dos votos, a cidade de Olinda-PE foi escolhida pela população de Juína através de uma enquete na internet  para ser o tema do carnaval “Juína Folia 2020”. A cidade do Rio de Janeiro ficou em segundo lugar com 42% dos votos. Em 2019, o tema abordado pela Prefeitura foi “Salvador, Bahia: Terra da Magia”, onde possibilitou debates importantes sobre a promoção da igualdade racial e o  combate ao racismo.

Agora chegou a vez  de falar de Olinda, uma histórica cidade pernambucana que foi a primeira cidade brasileira eleita Capital Brasileira da Cultura em 2006. Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco ainda em 1982 e alçada a Monumento Nacional pela Lei Federal n.º 6.863 em 1980, Olinda guarda inúmeras riquezas artísticas e culturais que vão desde os magníficos prédios em estilo colonial até os famosos bonecos gigantes, chamados Bonecos de Olinda.

Um pouco da história de Olinda que será contada através de uma cidade cenográfica:

A cidade foi fundada em 1535, pelo donatário da capitania de Pernambuco Duarte Coelho e foi a primeira capital de Pernambuco. Diz o mito popular que diante de tanta beleza Duarte Coelho exclama: “Oh linda situação para se construir uma vila”! E foi essa exclamação que originou seu nome.

Olinda foi a cidade mais rica dos tempos do Brasil Colônia, chegando a ser considerada como uma “pequena Lisboa”, em função das riquezas que ostentava. Entre 1624 e 1625 foi a Sede da Capitania de Pernambuco, vindo a perder esse status após a invasão holandesa. Foi saqueada e viu suas relíquias e tudo de valor que tinha, serem levados pelos invasores que começavam a construir a Nova Holanda, atual Recife.

Em 1631 Olinda é incendiada pelos holandeses. Por considerarem a sua localização de difícil defesa transferiram a sede para Recife. Após cessarem os conflitos volta a ser sede da capitania, mas sem a força e influência que tinha antes. Em 1837 deixa de ser capital de Pernambuco em definitivo, passando a sua irmã, Recife, a ser sede do governo provincial.

Em 1982 Olinda foi declarada pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. É a mais antiga entre as cidades brasileiras a receber esse título, e o segundo centro histórico com essa deferência, atrás apenas de Ouro Preto, em Minas Gerais.

No carnaval essa cidade histórica se transforma em palco de folia. Essas ladeiras de ruas estreitas recebem foliões do mundo inteiro. Devido a tradição o carnaval de Olinda mistura os diversos traços culturais dos povos que formam a nação brasileira. O frevo anima e contagia, o desfile dos blocos de Alceu Valença, Spok Frevo, Pitombeira, Elefante, Eu Acho é Pouco, Ceroula, O Homem da Meia Noite e os bonecos gigantes…

É difícil não cair na folia. A tradição dos bonecos surgiu em 1932 que pela primeira vez o “Homem da Meia Noite” foi para as ruas animar o carnaval. Esses bonecos gigantes são confeccionados e madeira, papel e tecido, eles são representações de diversas personalidades históricas do mundo. São artistas, políticos, artistas que saem para animar carnaval de Olinda.

Aguardem mais uma linda festa de carnaval, o Juína Folia 2019 promete muitas emoções.

 

Texto: Equipe Cultura