Prefeitura de Juína
WEB RADIO JUÍNA

NOTÍCIAS

VER TODAS

SINFRA DESOBSTRUI RAPIDAMENTE AS LINHAS 3, 4, 5 E J, QUE FORAM INTERDITADAS EM JUÍNA

Segunda-feira, 18/02/2019 10:50
Mario Alvim

As fortes chuvas que regularmente atingem o município de Juína-MT neste período do ano causando grandes transtornos principalmente nos mais de 4.000 km de estradas rurais que cortam o interior do município tem dado muito trabalho a SINFRA – Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Com relação as chuvas desta ultima sexta-feira 15/02 não foram diferentes, o sábado amanheceu com as Linhas 3, 4, 5 e J interditadas devido as grandes enchentes que ocorreram nestas regiões provocando rompimentos de pontes, bueiros e diversos pontos de atoleiros.

Rapidamente a SINFRA se mobilizou enviando equipes para as diversas Frentes de obstrução. Para a Linha 3 foi enviada uma equipe para reconstruir a ponte sobre o Rio São Luiz. Na Linha 4 outra frente atendeu a três pontos de obstrução: Na Gleba Iracema 1 (próximo ao Medeiros); na Fazenda do Léu e na Comunidade São Geraldo onde foram reconstruídas duas pontes e realizadas desobstruções de atoleiros. Na linha 5, a equipe destinada reconstruiu uma ponte na Caiabi próximo à entrada da pamonha. Na linha J, a equipe teve muito trabalho na desobstrução de atoleiros.

Para Secretário de Infraestrutura, Luis Braz, e o Supervisor em Estradas e Rodagem, José Duffeke Greim, o propósito da SINFRA é de realizar estes atendimentos emergenciais no mais curto prazo possível e, para isso, conta com uma grande equipe de servidores que não tem medido esforços para estes chamados. Vale ressaltar que as equipes trabalharam neste sábado 16/02 até a noite para liberar todos os pontos de obstrução e causar o menor transtorno possível aos munícipes.

Luis Braz destacou que as equipes estão distribuídas estrategicamente em diversas regiões do município de forma que a qualquer chamado sempre terá uma frente por perto, para dar uma resposta rápida, minimizando os transtornos causados pelos fenômenos naturais. O secretário ressaltou ainda que apesar das respostas rápidas, neste período de fortes chuvas, o atendimento é sempre emergencial não sendo possível realizar trabalhos definitivos.