Prefeitura de Juína

NOTÍCIAS

VER TODAS

Produtores de leite recebem incentivo da Secretaria de Agricultura para obter melhoramento da genética e das pastagens

Quinta-feira, 01/02/2018 16:23
Rosi Zimpel

A cadeia produtiva do leite é um dos mais importantes segmentos do agronegócio brasileiro. Porém, a produtividade do rebanho leiteiro, em média, é muito baixa em virtude do baixo nível de tecnologia aplicado. A produção de leite a pasto no Brasil vem crescendo devido ao seu baixo custo, pois esse sistema de produção de leite torna a atividade leiteira competitiva, uma vez que eleva a disponibilidade de forragem e permite sua utilização de forma mais eficiente.

 

Estimular e aumentar a produção de leite é um dos objetivos da Secretaria da Agricultura de Juína e para fomentar a atividade o melhoramento genético tem sido primordial, bem como ampliação e melhoramento das pastagens e a implantação de uma unidade de replicação de mudas de Cana que posteriormente serão repassadas aos produtores e servirá de complemento na alimentação das vacas em lactação.

 

Um dos programas que garante a assistência ao produtor é o programa “Nosso Leite” que tem por objetivo demonstrar ao produtor rural a necessidade de trabalhar melhorias na propriedade, visando o aumento da produtividade do leite, com qualidade para obter lucratividade e promover o desenvolvimento local.

 

Esse programa disponibiliza consultorias tecnológicas e capacitações para o desenvolvimento da propriedade rural com foco na atividade leiteira através da implantação de tecnologias de produção e capacitações que tornem a propriedade mais produtiva.

 

A melhoria na pastagem tem o objetivo de fortalecer a bacia leiteira. Trabalhar a rotatividade e piquetiamento da área é uma das alternativas, irrigação da mesma para o aumento da produção e o oferecimento de alimentos suplementares no cocho  também tem demonstrado resultados positivos na produção de leite.

 

Outra forma de melhoramento é a união dos produtores para a compra coletiva de Calcário o que torna o produto mais barato e auxilia na correção do solo. Vale ainda ressaltar a  parceria da Secretaria com o SIMNO (Sindicato dos madeireiros e moveleiros) que vem produzindo um composto orgânico através do pó de serra  e fornecido aos produtores para o melhoramento da pastagem.

 

As condições climáticas da região permitem a atividade leiteira o ano inteiro, além de permitir a exploração de alto potencial de produção das plantas forrageiras tropicais, quando manejadas corretamente e intensivamente.

 

Com foco nisso, a Secretaria de Agricultura que conta com uma equipe capacitada, tem acompanhado os produtores de leite do município dando assistência técnica necessária para que o aumento da produção seja cada dias mais satisfatório gerando assim mais renda ao produtor.